A Carreira de Modelo na Infância

10748680_729664973782139_554296283_n

Atualmente, a carreira de modelo no universo infantil tem interessado muitos profissionais da moda juvenil no país. Os avanços da tecnologia influenciaram grandes marcas a inovar em seus produtos no gênero, que antes pouco era explorado no mercado. O número de produtos infantis circulando é maior ou parecido com o do público jovem. Nunca se criou tanto para a classe mirim. Há quem diga que as crianças fazem mais sucesso que os adultos quando o assunto é moda e beleza. Sobre este assunto, entrevistamos Karen Vasques, mãe da modelo Anabela Morais Brasil, de oito anos. Saiba como seu pequeno pode entrar no ramo, quais são os cuidados a serem tomados no primeiro momento, além de como lidar com as possíveis insatisfações que a carreira traz. Confira a entrevista a seguir.

Portal – Quando você percebeu que a Anabela tinha talento para a carreira de modelo? 

Karen– Desde bebezinha.  Muita gente me incentivava a levá-la para fazer umas fotos. Sempre fui muito resistente por ela ser criança e não querer se expor. Eu vi uma amiguinha da escola que já vinha trabalhando e resolvi apostar pra ver no que daria. Enviei umas fotos caseiras à agência e logo recebi no mesmo dia o chamado para fazer o agenciamento. Logo em seguida, veio a chamada pra fazer desfiles e catálogos. Foi algo que partiu desinteressadamente, mas foi dando certo.

10754844_729664810448822_1901756728_nPortal – Com quantos anos ela iniciou os trabalhos na moda?

Karen – Em 2014, com sete anos. 

Portal – A agência faz alguma exigência à Anabela?

Karen– Eles não fazem nenhum tipo de exigência. Nós temos uma alimentação mais saudável e consciente. Não comemos carnes e ela não toma refrigerantes, isso vai muito da minha formação como mãe. A agência nada impõe. Há trabalhos que perguntam se caiu algum dente ou algo parecido.

Portal – Os castings ajudam a mantê-la financeiramente?

Karen– O que a gente vê na televisão é muito lindo e glamouroso, mas a realidade do Ceará é bem diferente, não dá pra ganhar muito. O dinheiro que recebemos é da Ana e vai para a conta dela. Ela já tem consciência disso e pensa em comprar somente o essencial para investir em si mesma.

Portal – Existiu algum trabalho em que você não aprovou a participação da Anabela?

Karen– Não. Os trabalhos são sempre voltados para o infantil. A única coisa que peço é não carregar a maquiagem. Teve um trabalho que o pai ficou morrendo de dó e não deu pra falar nada. Ora ela vestia, trocava de roupa, fazia o cabelo e assim até finalizar o catálogo. Houve um momento em que o pai olhava pra carinha dela e notava que ela já estava esgotada de tanta produção.

Portal –A agência tem a preocupação de preservá-la quanto à erotização no trabalho infantil?

Karen– A agência já trabalha com essa consciência. Ela já fez campanha para a Esplanada entre adultos e continuou sendo a mesma sem perder a essência de criança.

10744670_729664837115486_414682697_nPortal – Como você se divide entre gerenciar os trabalhos da filha, cuidar da casa e a profissão?

Karen– Bem, eu tenho o apoio da família e minha mãe, sempre coruja, adora acompanhá-la. Às vezes o pai está ao lado dela para fazer os castings. Na escola, as professoras já se tornaram fãs conciliando as tarefas para facilitar os estudos. Sempre conto com eles e é dessa forma nossa rotina na vida da Anabela.

Portal – Qual o primeiro passo para começar na carreira e em quem confiar?

Karen– O primeiro passo é procurar uma agência de confiança. Conhecer alguns trabalhos e falar com alguém para saber as procedências.  Antes de colocá-la na agência, conversei com um amigo que é modelo na Irlanda e tem muito tempo na carreira. Procurei saber com ele o ramo e como encarar tudo. É importante ficar atento no tipo de marca que seu filho vai participar e acompanhar todos os trabalhos.  

Portal – O que você faz para amenizar os traumas de uma seleção em que ela não foi aprovada?

Karen– Venho trabalhando esse lado com ela ao participar de um casting para uma marca conhecida. Ela já recebeu alguns “não” e eu sempre falo“Bela, é assim mesmo, nem sempre vai ser aprovada em todos os testes que estiver participando”. Ela fica triste, mas entende.

Portal – Ela fala de outros sonhos além de ser modelo?

Karen– Por enquanto não. Ela vai ficar na agência até quando estiver aparecendo oportunidades. Ela estuda piano e quer fazer teatro, então, isso é bacana e ajuda bastante a desenvolvê-la não só para os trabalhos, mas para a vida, para encarar o dia a dia, e a arte em si só enriquece a vida de qualquer pessoa.

Portal – Ela faz outra atividade paralela à profissão?

Karen – Agente queria colocá-la na música porque o pai toca flauta. Ela escolheu o piano e foi uma grande surpresa para nós.

Portal – Existe algum personagem no qual você busque inspiração para as fotos?

Anabela– A Violetta do seriado da Disney. Ela é muito bonita.

Portal – Algum momento você se cansou por conta dos trabalhos?

Anabela – Sim, quando fui fazer uma propaganda das 11h da manhã e saí às 16h da tarde. Eu não fiquei tão cansada porque estava fazendo o que gosto.

Portal – Qual a sensação ao fim das etapas de trabalhos?

Anabela– Muita felicidade e emoção, pois o resultado fica muito bonito.

Portal – Você quer continuar sendo modelo quando adulta?

Anabela– Eu vou querer várias coisas, mas eu também quero seguir a carreira de modelo. 

10745001_729664867115483_59344518_nPortal – Nesse caminho deu para fazer amiguinhos?

Anabela– Eu entrei na agência há pouco tempo e só nos encontramos no trabalho. Na escola minhas amigas de sala sempre querem saber o que eu tô fazendo e pedem pra levar as fotos dos desfiles e catálogos.

Portal – Ela encara o trabalho como uma responsabilidade ou um passatempo?

(A mãe pede para Ana responder)

Anabela– Eu acho muito legal e bem divertido. Às vezes fico envergonhada, mas depois fico à vontade.

Portal – Você quer deixar algum recado para os pais?

Karen – Não forcem seus filhos a fazer um trabalho que não os agrade. Deixe-os à vontade. Fica natural e é confortável para todos.

11219059_536702383147475_4434980115997658297_n Por: Lima Sousa/ Edição: Lima S./ Revisão: Juliana Nascimento/ Fotógrafo: Lucivan Moura/ Agradecimentos: SENAC/IRACEMA/ Espaço: Modateca/ Karen Vasques e Anabela Morais Brasil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s