O cinema está entre os fotogramas

“That’s what cinema is, single frames. Frames. Cinema is between the frames.”

 “Isso é o que o cinema é, fotogramas isolados. Fotogramas. O cinema está entre os fotogramas.” 

Jonas Mekas

Lima Renato-2


Este é o tema do projeto de pesquisa Cinema Experimental: o legado do cinema de Jonas Mekas na produção contemporânea, com a exposição coletiva dos trabalhos de Jonas Mekas no Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará (Mauc), ao lado de outros profissionais com diferentes características que envolvem a linguagem estética cinematográfica de Mekas

Lima Renato-25
Fotos: Renato Linhares

Nos seus 92 anos, o lituano radicado em Nova Iorque permanece com disposição para uma contínua atividade de suas realizações que traçam um perfil de Cinema de Vanguarda, onde o cotidiano é o principal objeto de investigação. Seu estilo de fazer cinema reflete as memórias vividas de si mesmo em contexto com o meio, além das impressões que capta do mundo, das sensações diárias e dos fatos reais da vida que vão sendo transformados em documentários. Há um desejo de não perder o espetáculo da vida para as câmeras que registram lembranças, repetições, cenas, gestos, rastros, sons, ruídos, sussurros, gritos, graças e a beleza fascinante de simplesmente narrar em filmes, o que traz diferentes significados ao público.

O gênero de seus filmes caracteriza a subjetividade e a singularidade de suas ideias de forma atemporal. Mekas é exclusivo. Entende-se, neste caso, que suas obras não se conectam ao modelo de cinema convencional visto nos dias contemporâneos. Sendo essa uma marca desenvolvida com o tempo, logo quando precisou fugir de Semeniskiai, Lituânia, invadida pelos alemães na Segunda Guerra Mundial refugiando-se nos Estados Unidos, no ano de 1949.

Os ventos da vida sopravam Mekas ao seu verdadeiro e único lugar no mundo. O início de suas práticas com o filme aconteceu com a primeira bolex 16mm registrando o exercício de suas experiências. O universo cinematográfico estava só começando a se desenrolar para Jonas Mekas, que encontrou um novo código de se comunicar com a câmera. Ele havia criado sua própria versão de ilustrar o cinema com técnicas autênticas. Atualmente, ele realiza as gravações com o auxílio das novas tecnologias no melhor que sabe fazer: filmar.

Curadoria: Beatriz Furtado, Allan Gomes Menezes, Lohayne Lima e Luly.

11219059_536702383147475_4434980115997658297_n Por: Lima Sousa/ Edição: Lima S./ Revisão: Fernanda Silvia Barroso/ Fotógrafo: Renato Linhares/Agradecimentos: MAUC/ Lohayne Lima e Luly.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s