# Bela, Recatada e do Lar

Por: Lima Sousa – Fotos: Silvio Junior

Silvio Junior, Professora Leila Cardoso Silva
Profª Leila Cardoso Silva

A tríade bela, recatada e do lar provocou no mundo digital mais uma explosão de manifestações após um artigo publicado na revista Veja. Marcela Temer, a esposa de Michel Temer, vice-presidente do país, deu o que falar nas páginas da revista e causou uma série de provocações nas redes sociais, que apontaram o oposto da realidade feminina em dias atuais.

“Sou sem nome e sem lar, sou aquela, eu sou filha da rua, eu sou cria da sua costela, sou bandida, sou solta na vida, e sob medida, pros carinhos seus, meu amigo, se ajeite comigo e dê graças a Deus”.

O trecho da música “Sob medida”, do cantor Chico Buarque, mostra a versatilidade do gênero feminino e reproduz ao mesmo tempo, com ousadia, o perfil do que foi visto de camarote na web

Pelo visto, a mulherada não admite mais o rótulo de dona de casa e, muito menos, o reconhecimento de ‘doméstica’ de décadas passadas. Quer dizer, não são todas, mas existe uma parcela feminina que até hoje se diz dona de casa e se orgulha disso, tanto é que em algumas localidades no interior do Brasil essa cultura é predominante entre elas.

Leia mais >>>>>>>>>>>>>>>

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s