Relações Líquidas

Por: Lima Sousa – Fotos : Luis Claudio

9V9A3789-2

Alguns minutos conectados na internet é o suficiente para assistir de camarote a uma explosão de atualizações nas redes sociais. Os perfis pessoais batem o recorde quando o assunto é a subjetividade de cada um. Na revista Select, de 2013, foi lançada uma matéria especial na página ‘Curto-circuito’ com o tema “A nova subjetividade”, escrita por Giselle Beiguelman.  Segundo a reportagem, foram mostrados os números de atualizações instantâneas feitas pelos internautas nas principais mídias de acesso. O Facebook lidera o ranking com 700 mil postagens de status a cada 1 minuto. No Twitter, são lançados 530 mil mensagens com fotos. O Instagram alcança 3,6 mil fotos publicadas e no YouTube são 72 horas de vídeo disponíveis. Já imaginou quanto tempo se investe ou é perdido na web a troco de curtidas e a busca por novos seguidores? Incalculável! Vale ressaltar que os dados são de três anos atrás, ou seja, a essas alturas, em pleno ano de 2016, a situação só tem elevado o número de navegadores e o tempo que passam on-line. O importante, a saber, é que a discussão continua atual. Sejam bem-vindos, esse é o novo sistema de relacionamento do homem contemporâneo no mundo digital.

O ponto de encontro entre jovens, homens e mulheres de todas as idades foi parar nas telas dos computadores e celulares. Talvez ninguém tenha pensado que as relações tradicionais migrariam ao universo das redes sociais. Também, não acreditavam que hotéis, bares e cafés seriam substituídos por prédios digitais.

Foto: Luis Claudio

É bem assim, a internet vem sendo um dos maiores edifícios que hospedam uma multidão de gente que em sua maioria compartilham emoções, status, vendas e revelam aquilo que sentem, gostam e fazem, bem como omitem muitas verdades. Ô, nem me fale!  É uma verdadeira facção de identidades se relacionando e se promovendo a todo o momento. Nisso tudo, é rezar para continuar sobrevivendo, pois os impactos não são cafés pequenos, não. Na verdade, é o que vem acontecendo.  A cada dia as pessoas trocam o ‘cara a cara’ pelo ‘tela a tela’ e vão se distanciando cada vez mais umas das outras. Em segundos, se constrói uma relação e na mesma rapidez o castelo encantado pode desmoronar. A pergunta que não quer calar, é:

Leia mais >>>>>>>>>>>>>>>>

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s