As Barras de Access, com Luiza Oliveira

A terapeuta cearense conta como utiliza a técnica que vem “Empoderando as pessoas a saberem o que já sabem”

Coluna Transcender

Por: Lima S. | Fotógrafo: Anderson Rocha

Depois das terapias integrativas como o Reiki, homeopatia, shiatsu, yoga e acupuntura, indicadas ao homem na busca pelo bem-estar, vale lembrar que a meditação continua sendo a prática mais recomendada por contribuir na vida de milhares de pessoas no mundo. Assim mesmo, todas têm a função de evitar o stress, o cansaço e a ansiedade, bem como superar o mal do século, a depressão. Sobretudo, para manter uma mente mais equilibrada e encarar a atual sociedade contemporânea. Mas recentemente são as ‘Barras de Access’ que vem transformando vidas através da expansão da Consciência Humana. Para entender como funciona a nova terapia difundida há pouco tempo no Brasil, a terapeuta Luiza Oliveira abriu as portas do seu consultório no espaço Núcleo Sol, na Cidade dos Funcionários, onde atende aos clientes com a técnica que está trazendo excelentes resultados. Principalmente quando o assunto é “empoderar as pessoas a saberem o que já sabem”. E, dependendo da terapia, ela assegura facilitar essa autonomia através das ferramentas que engloba o Access. Uma delas é o ‘MTVSS’ – Sistema de Desprendimento da Valência Terminal Molecular, – utilizado durante a sessão através de um processo verbal e corporal em casos especiais, facilitando a condição de alguns pacientes. 

Na capital, a terapeuta segue com a rotina a todo vapor desde quando começou a atender no consultório. Em pouco tempo, Luiza já administra em sua agenda um grupo de pessoas que aderiram às Barras e confirmaram melhoras no contato com a técnica. Ela é a maior prova de que é possível observar mudanças logo na primeira sessão, pois quando recebeu sua primeira sessão, que durou apenas trinta minutos, pôde sentir os efeitos positivos naquele mesmo dia; foi nesse momento, no mês de novembro de 2016, em que nasceu espontaneamente o seu desejo de aplicar na vida de outras pessoas a técnica capaz de harmonizar a mente e o corpo.

“Eu fiz a escolha de abraçar o ‘Access’ com todo o seu sistema por ter percebido a possibilidade de ampliar meus pontos de vista, limpar as crenças limitantes e deixar o meu ‘Eu verdadeiro’ se manifestar de forma simples, clara, e com mais facilidade no dia a dia”, expõe a terapeuta.

As Barras de Access 

Criada no ano de 1990, pelo norte–americano Gary Douglas, fundador do Access Consciousness, a técnica já se expandiu por 173 países e alcançou a marca de 30 mil pessoas nos últimos anos. Um número significativo no crescimento da terapia que está sendo conciliada a outros tratamentos da medicina convencional. Além disso, demarcando seu território por agir de forma excepcional na liberação dos ‘conteúdos sabotadores’ acumulados no inconsciente. De acordo com pesquisas, pelo menos 90% do comportamento humano é dirigido pelo inconsciente. Isso significa dizer também: boa parte do destino é conduzida por arquivos armazenados nessa raiz da mente, e dependendo da natureza deles – positiva ou negativa – uma série de eventos de boa ou má qualidade podem ser atraídos ao ser humano.

No consultório, a terapia dura em torno de uma hora ou trinta minutos, e acontece da seguinte forma: Luiza coloca as mãos nas Barras de Access, que são 32 pontos mapeados em volta da cabeça da pessoa; cada um deles corresponde aos diversos aspectos do comportamento humano e a maneira como a pessoa lida com eles, como: corpo, sexualidade, trabalho, dinheiro, poder, alegria, saúde e longevidade, criatividade etc. É com o leve toque dos dedos nesses pontos que as energias acumuladas no inconsciente são removidas, permitindo o acesso à verdadeira consciência. O efeito desse processo equivale a duas horas em meditação. Isso tudo porque sua ação atua diretamente na região específica da cabeça; para quem busca nas ‘terapias integrativas’ um resultado mais ativo, pode encontrar nesta técnica a solução para os diversos problemas gerados pela modernidade acelerada. Não é à toa que há quatro anos é a mais falada entre terapeutas, coachs e profissionais da saúde mental.

Continue lendo >>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s