Fique bem, Viva zen

Yago Albuquerque
Yago Albuquerque

A receita para levar uma vida melhor já foi ensinada há mil anos pelos grandes mestres espalhados pela humanidade e não tem muito segredo. Para tanto, quem deseja ficar bem e viver zen, vai precisar de um lugar confortável onde o caos da agitação de preferência esteja a quilômetros de distância. Em Fortaleza? Sim, por que não? Impossível! Infelizmente, é verdade, mas quem não tem um cantinho especial, um refúgio para se manter livre do estresse da cidade? Então, corre pra lá, é disso que eu tô falando; ir ao encontro de si mesmo para exclusivamente ‘Ser’.  Não me diga que é ilusão, basta querer que a coisa flui, e como flui, viu! Experimenta pra ver. Vamos lá? Um, dois e…

Sente-se confortavelmente. Agora, feche os olhos e respire lenta e profundamente. Inspire e expire o ar com suavidade. Inspire e expire… Libere-se. Concentre a atenção na respiração e repita esse processo até alcançar o estado de serenidade. Calma, ainda não é o nirvana absoluto. Até lá tem chão, meu amigo. Isso é o de menos, o mais importante já foi feito, te apresentei o caminho, se vai continuar ou não, a decisão é sua. Não tem nada de mais, é só meditar, meditar e meditar. Ah, não se esqueça de comer, rezar e amar. É fundamental. Não pense que os monges vivem hibernando nas cavernas só de vento. Negativo! Assim é mais fácil morrer de fome sem atingir a perfeição. Ah? Vou ficar torcendo. Fique bem, viva zen. Om ah hum…

Foto: Felipe Araujo
Foto: Felipe Araujo

No início da matéria, fiz questão de reproduzir um exemplo de aula guiada encontrada em álbuns de antistresse. Tudo isso foi proposital para falar sobre a importância da meditação em dias de turbulência mundial. A sua mente agradece. Só agradece. Veja o por quê.

A meditação é um dos métodos mais tradicionais das filosofias religiosas do oriente. Conceituada como prática para o desenvolvimento mental, ela tem diversas variações conforme o contexto da origem religiosa.

Uma técnica milenar que virou febre no país após a visita de Dalai Lama, em abril de 2006, quando ministrou o seminário: “Natureza e Treinamento da Mente no Budismo Tibetano”. Na plateia, estiveram presentes diversas escolas de linhagens e tradições na ocasião. Uma das autoridades religiosas do budismo tibetano, Dalai Lama expandiu o pensamento budista no Brasil e entre muitos famosos, que, em seguida, adotaram a prática diária ao estilo de vida, dando aquele empurrãozinho para tornar conhecida a corrente filosófica entre os brasileiros. Das celebridades que abraçaram os ensinamentos de Buda Shakyamuni, estão a atriz Cristiane Torloni, Cláudia Raia, Lucélia Santos, Sharon Stone, a diva de Instinto Selvagem, os atores Keanu Reeves, Richard Gere, Caio Blat, Edson Celulari, Carmo Della Vecchia e outros.

Foto: Yago Albuquerque
Foto: Yago Albuquerque

No ocidente, a compreensão a respeito do assunto é ampla e vem sendo estudada em universidades com tecnologias avançadas para entender a mente humana no estado meditativo. Enquanto não chegam a maiores detalhes no ramo, sobre a eficácia minuciosa da prática no dia a dia, a concepção de retornar ao centro no sentido de desligar-se do mundo exterior e direcionar a atenção para dentro de si pode levar-se em consideração para os ocidentais. Assim, fica fácil de meditar sem dá atenção as inimigas frustrações vivenciadas durante a experiência. Deve-se apenas voltar o olhar para si mesmo através da respiração. Simples demais.  

 Foto: Silvio Junior
Foto: Silvio Junior

A meditação está intimamente relacionada com a busca pelo estado de unificação, contemplação, autoconhecimento, desenvolvimento de virtudes morais, aperfeiçoamento, concentração e a realização de uma mente pacífica. Conforme o dicionário Aurélio da Língua Portuguesa, a meditação define-se na postura de intensa concentração, como na elaboração mental discursiva, ou seja, a ação que tem a mente em discorrer ou raciocinar sobre um objeto é semelhante ao ato de meditar. Ops, mas não confunda com distração, okay?

No livro Transforme sua vida, do mestre budista Geshe Kelsang Gyatso, o autor esclarece que a meditação é uma ação mental que se concentra em um objeto virtuoso que é a causa principal de paz mental.

Quando a turbulência dos pensamentos distrativos cede e nossa mente se acalma, felicidade e contentamento profundo brotam naturalmente em nós.

Segundo um estudo realizado pela Universidade da Califórnia, EUA, mostrado na revista online Viva Saúde, pelo neurocientista Clifford Saron, especializado em treinamento de atenção e regulação emocional, foi comprovado o aumento da imunidade do organismo de quem medita, como também na sensação prolongada do bem-estar, ajudando o indivíduo a lidar melhor com o estresse, entre outros benefícios.

Foto: Ulisses Narciso
Foto: Ulisses Narciso

O modus vivendi deixou de ser palco dos artistas e tornou-se algo frequente no cotidiano de pessoas comuns. Hoje a meditação faz parte da realidade de crianças, adolescentes, jovens e adultos de todas as classes. A busca pela tranquilidade, superação, autoconhecimento e paz interior tem sido relatada em quase todos os casos que encontraram na prática a força para driblar os embates da vida caótica.

Os métodos de incorporar o estilo de vida são simples e todos podem dar início a qualquer momento. Na capital cearense, estão ativos os locais acessíveis, onde são oferecidas aos interessados aulas práticas de meditação com professores qualificados em auxiliar os iniciantes. Você não vai resistir à tentação, vai?  Fique bem e viva zen! Om. ah..hum…

Abaixo, seguem os endereços para maiores informações.  

Instituto Gaia – Rua José Vilar, 964, Aldeota. / Contatos: 322497700/ 32446743.

Centro Budista – Av: Santos Dumont, 5335, sala 313./ Contatos: 3258.1556 /98887.1556.

Por: Lima Sousa./ Edição: Lima S./ Agradecimentos: Fotógrafo: Silvio Junior, Felipe Araújo, Ulises Narciso, Yago Albuquerque/ Olhos de Lince: Julina Nascimento/ Attofavo: Rua, Floriano Peixoto, 1407 – Centro (www.attofavo.com.br) / Vinyle Café: Rua, Waldery Uchôa, 42 – Benfica, Fortaleza – CE

Anúncios