É De Comer Rezando

Um jeito de ‘Fazer’ doce totalmente diferenciado e que vai além da mesmice do dia a dia

Por: Lima S. / Fotos: Aldair Pereira

Coluna: É Tudo de Boom!

Creio que você já ouviu falar dos docinhos finos “De Comer Rezando”. É isso mesmo que você terminou de ler com todas as letras. Quem faz? O nome dela é Isabel Almeida, a filha da Dona Socorro e Mãe do Theo. Apaixonada por tudo que se relaciona a doces, ela encontrou a forma de ganhar dinheiro dentro de casa no que mais ama fazer na cozinha: tortas, brigadeiro e outras guloseimas. Uma prática doméstica que foi sumindo aos poucos do costume de muitas mulheres após conquistarem o mercado de trabalho. Não foi o caso da Isabel, que viu a chance de explorar o seu talento e teve a ideia de transformar o hobby em negócio. Ela descobriu que tinha jeito pra coisa e viu que a arte de fazer doces sob encomenda poderia lhe trazer retorno. Fato que se comprova com a doceria caseira que faz um enorme sucesso de vendas pela internet.  É a ‘De Comer Rezando – Doces Finos’, especializada em doces gourmet e feitos com ingredientes nobres.

“A qualidade dos doces faz jus à marca. São doces finos, feitos com muito capricho. O atendimento é feito pela proprietária da marca: rápido, gentil e cumpre prazos e qualidade. Estou na minha sexta encomenda e indico sem pestanejar! Os doces de churros, banana e morango são meus preferidos… O Brownie e os bolos de pote…nossa! Deliciosos, desmancham na boca! Literalmente é De Comer Rezando!!! Super indico”, diz LuannaTayrine.

O prazer de adoçar a vida das pessoas é feito com as próprias mãos da Isabel e de sua mãe que auxilia a filha na cozinha. Juntas incentivam um estilo que não é novo, mas que vem ganhando força nos últimos tempos. É o trabalho doméstico feito com as próprias mãos. E se depender da dupla, mãe e filha, a coisa só tende a crescer cada vez mais; Isso porque a doceria caseira pegou pra valer desde quando se lançou na internet. Ninguém resiste ao visitar a página do facebook e do instagram. É uma explosão de doces de crescer os olhos. Quem não nos deixa mentir são os próprios clientes que curtem o perfil nas redes sociais. 

“É a minha segunda vez que faço encomendas no ‘De Comer Rezando’ e fico satisfeita com o sabor, a estética, a pontualidade e o toque mais doce de afeto! Esse trabalho eu indico de olhos fechados e de boca aberta….saboreando sempre! Parabéns, D. Socorro e Isabel Almeida! É de comer rezando mesmo”, diz Zuleica Araripe.

Um jeito de ‘Fazer’ doce totalmente diferenciado e que vai além da mesmice do dia a dia. Isabel dá aquele toque especial que foge das grandes docerias e que só ela e a mãe têm o segredo. A gratidão é palavra mágica que ambas recitam enquanto estão na cozinha fazendo os doces finos para encomenda. A estética usada cria todo um cenário que se compõe de decoração, flores, lacinhos e até caixas personalizadas do tipo ‘GRATIDÃO’ e ‘TPM ALÍVIO’ – uso oral; Querendo ou não, são detalhes que fazem toda a diferença quando se quer vender e principalmente conquistar clientes. A dupla mal chegou ao mercado dos doces e já se mostra expert no assunto desde quando se lançaram em 2016.

“Eu já fazia doces para os aniversários do meu filho, Theo, e as minhas amigas sempre pediam os docinhos nos aniversários dos filhos delas. Então, elas me davam os ingredientes e eu os fazia com todo amor e carinho. A minha mãe me vendo fazer aqueles doces deu a ideia de fazê-los para venda. Eu fiquei com aquela ideia na cabeça, comecei a buscar alguns cursos na internet e fiquei maturando a possibilidade durante meses. Foi quando achei um curso via internet e ao comprá-lo não comentei nada com ninguém; a minha mãe e uma grande amiga foram as únicas pessoas que ficaram sabendo. Foi aí que no segundo semestre de 2016 eu decidi que começaria com os docinhos gourmets pra vender. Com a aceitação imediata dos clientes, comecei a me especializar fazendo cursos presenciais e, a partir daí, as encomendas não pararam mais”, diz Isabel Almeida.

No menu ‘De Comer Rezando’, o brigadeiro é o doce mais pedido e o mais desejado pelos clientes. É bom lembrar que o ‘moreninho’ também tem suas versões, como o brigadeiro de churros, o brigadeiro de café, o brigadeiro de colher e o mais tradicional. Em seguida, o sucesso de encomendas fica por conta da torta de brownie recheada de brigadeiro branco e cobertura de brigadeiro meio amargo, – recentemente tem sido a queridinha de todos. Na lista da doceria você encontra também o famoso bolo no pote, bolo fudge duo, pizza de brownie, petit four, panelinha de brigadeiro, colher indiana, e o criativo ‘bar de brigadeiro’. Pode uma coisa dessas?! Sim, porque a expertise da Isabel Almeida deixa bem claro que se você cansou dos limões da vida, basta adoçar a rotina com a ‘De comer Rezando’ que não tem errada. Ainda mais agora que a lista de gourmet está sendo ampliada. O imput de bem casados, bolos, sobremesas e tortas-nuas (NakedCake) prometem rechear ainda mais o cardápio da marca e as mesas de aniversários, casamentos e comemorações. É uma loucura de doçuras!

“Hoje em dia eu tenho muitos clientes que fecham vendas sem ao menos me conhecerem. Mas, a grande maioria chega a ‘De Comer Rezando’ através de amigos e de amigos de outros amigos”, diz Isabel Almeida.

A empresária acredita que a internet é uma vitrine super poderosa que tem chamado atenção de vários clientes em Fortaleza. Muitos deles fazem parte do ciclo de suas amizades que divulgam a doceria através das redes sociais. Na prática, a divulgação funciona da seguinte forma: os amigos próximos da Isabel indicam a outros amigos mais íntimos e a sequência vai se desenrolando numa grande rede de contatos. Hoje, a marca já conta com uma clientela de sucesso e soma uma lista de boas avaliações de cinco estrelas no perfil do facebook. Sinal que a doceria conseguiu ocupar lugar na vida dos seus clientes e gerar satisfação ao público em geral. Sem dúvidas, é ‘De Comer Rezando’mesmo. Grave esse nome!

Revisão: Juliana Nascimento (Olhos de Lince)/ Agradecimento: Fotógrafo: Aldair Pereira / Cafeteria 3 Corações – D’yse Ferreira.

Anúncios