MASTERCLASS, sim, senhor! O ator global Chico Diaz fala do ‘processo criativo do ator no audiovisual’ no aniversário da escola Porto Iracema das Artes, em Fortaleza.

Por: Lima Sousa – Fotos: Aldair Pereira

O clima happy birthday to you invadiu a escola Porto Iracema das Artes com grandes atrações desde o dia 10 do mês de agosto e se estende até o dia 10 de setembro, em comemoração aos três anos de sua atuação no cenário artístico-cultural de Fortaleza. ald_5086A escola foi lançada pelo Instituto Dragão do Mar de Arte e Cultura no dia 29 de agosto do ano de 2013 e, desde que surgiu promovendo cursos de formação gratuita, tem revelado grandes talentos entre os jovens artistas da capital cearense. Em nota, no website oficial da escola de formação e criação do Ceará, afirma a diretora Bete Jaguaribe a seguir:

“Estamos num processo de amadurecimento, convivendo nestes três anos com experiências transformadoras. O Porto se estabelece como um lugar extraordinário em que grandes artistas e jovens iniciantes partilham suas poéticas, em processos de grande potência criativa”, conclui.

O espaço é um verdadeiro instrumento de criação e produção para as linguagens artísticas e permite aos novos talentos a oportunidade de se aprimorar através do conhecimento técnico. Entre os cursos mais disputados pela escola estão as artes visuais, teatro, dança, dramaturgia e produção audiovisual. ald_5143E, por falar em produção audiovisual, ninguém melhor que o ator mexicano-brasileiro Chico Diaz para homenagear o momento.

A grande atração da noite foi recepcionada pela diretora da Escola de Artes, Bete Jaguaribe, o atual secretário da cultura do Estado Fabiano dos Santos Piúba e, sem dúvidas, pela plateia animada de artistas que recebeu o ator com uma calorosa salva de  palmas. Todos voltados atenciosamente para o Masterclass da noite sob a direção do ator global que abordou o tema “O processo criativo do ator no audiovisual”, uma conversa direcionada para as práticas do ator no audiovisual.

“No momento que temos uma fortuna ímpar para a nossa sociedade, ao mesmo tempo vemos uma desvalorização total na formação e no ofício em si”, diz o ator Chico Diaz ao Portal Moda e Arte.

Masterclass, sim, senhor! Chico Diaz é dono de uma enorme bagagem de experiência na carreira artística pra dar e vender. Não obstante, no palco da dramaturgia o artista tem o seu currículo recheado com trabalhos realizados na televisão e no cinema brasileiro. ald_5115Um dos mais recentes foi na novela Velho Chico, onde interpretou o retirante valente Belmiro dos Anjos, personagem que acaba morrendo antes do fim da trama. Ao todo, são trinta novelas incorporadas na televisão com personagens marcantes em sua lista curricular.

Já nas produções de cinema, contam-se um total de 70 filmes na fita, conforme dados de pesquisa. Apesar de pouco tempo fora das telinhas, as novidades não param por aí. ospobresdiabosNa sua atuação mais recente no cinema em Os pobres Diabos, lançado em 2013, do diretor cearense Rosemberg Cariry, foi um dos destaques do 46º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro e premiado pelo júri popular de melhor filme e especial Exibição TV Brasil.

Famoso pelo gênero nordestino que marcou parte do seu repertório artístico, o astro é querido por todos na região. Para demonstrar o seu afeto ao público, em especial, aos cearenses, Chico Diaz veio ao point mais badalado da capital cearense para falar do seu ofício aos novos talentos da cidade e revelou um traço modesto como pessoa durante toda a sua fala.

“Nós temos imagens e imagens. Temos imagens que interessam e que não interessam ao sistema. Então, a gente libertar a nossa imagem do sistema seria um grande passo. Existem imagens que se vende, a que não vende e a que se pretende. É essa a questão. Essa é a luta”, completa Chico Diaz para o Portal Moda e Arte.

Foto de divulgação
Foto de divulgação

Não é de hoje a sua atuação nas produções do cinema cearense ao lado do cineasta Rosemberg Cariry. De volta ao túnel do tempo, vamos encontrar o longa-metragem Corisco & Dadá(1996), também do cineasta Rosemberg. Na cena, ele vive o personagem cangaceiro Corisco, conhecido como “Diabo Louro”. A relação profissional nas terras do Ceará vem de longas datas e permitiu saltos na carreira do ator que, ainda neste ano, no mês de junho, na 26ª edição do Cine Ceará, foi contemplado com o troféu Eusélio Oliveira pelas mãos do cineasta cearense Halder Gomes. Em entrevista ao jornal digital local O POVO o ator declara:

“Me sinto feliz!É uma trajetória de 70 filmes, alguns títulos filmados aqui, com cineastas daqui. Dei saltos qualitativos na minha carreira com filmes daqui. Essa cidade luminosa, ensolarada, acho as pessoas muito inteligentes e bem-humoradas.

O Ceará não poderia receber outra declaração melhor. Além disso, tamanho o reconhecimento do ator aponta o valor dos nossos profissionais competentes e ao mesmo tempo chama atenção das autoridades culturais para o que é produzido de melhor com as produções de audiovisual no Estado.   ald_5084 

A prova disso foi a presença de um artista renomado que contribuiu para um momento importantíssimo na história da Escola das Artes e seus profissionais. Certamente, os ‘parabéns por essa data querida’ foi mais que merecido. Não é à toa que foi o grande Masterclass da noite, sim, senhor! Porque os mestres compartilham histórias, dividem conhecimento e trocam experiências concretas. Que venham muitos Masterclass nesta vida pelo Porto Iracema das Artes, pois há muito pela frente a se comemorar. Longa vida ao polo das artes!

Revisado por: Janaina Gonçalves – (Olhos de Lince) / Agradecimentos: Fotógrafo: Aldair Pereira – Impulse Comunicação/ Equipe de assessoria de Imprensa Escola Porto Iracema das Artes / Vinyle Café.

Anúncios