relacionamentoS AfetivoS romanticamentE políticoS

copia II(2).jpg-4O álbum foi lançado em 18 de novembro deste ano na Internet e está disponível para o público para o download gratuito na página oficial do cantor. Sem previsão de data para o show de lançamento, emersoN bastoS promete que vai ter muita surpresa, a começar pelas canções em ritmo pulsante, alegre e, claro, com o toque de sua poesia no ar.  Pegando o gancho de sua arte musical, o seu primeiro cd na carreira reflete um mergulho na subjetividade de suas experiências íntimas e externas com o mundo. relacionamentoS afetivoS romanticamentE políticoS convida os fãs a entrar no universo particular de cada um com as suas fantasias, as fugas, os refúgios, o trânsito, as contas a pagar e a busca pelo equilíbrio na vida. Assim, ele canta as turbulências do cotidiano de forma suave, com uma sensibilidade apurada para expressar o dilema da natureza humana, saindo um pouco da realidade por meio da arte musical.

 “Arte é um artifício que lhe faz ter mais tesão na vida. Que te faz ter mais vontade de viver. O que nos diferencia dos demais animais, das demais espécies, é essa nossa capacidade de criar, de inventar as coisas que estão soltas e dá um novo sentido para elas. A partir do momento que eu faço isso, que usufruo desse poder, minha vida como ser humano passa a ter mais sentido. Eu deixo de viver como um cachorro que é adestrado para fazer algo. A minha vida só faz sentido a partir do momento em que eu usufruo da minha capacidade de criar”, afirma Emerson Bastos.

copia II(2).jpg-3Dizem que a vida de artista não é moleza e que a maioria deles é dotada de profunda sensibilidade criativa. É fato, e já está mais que comprovado. Falando do emersoN bastoS não é diferente, nem tampouco igual, mas exclusivo, pois cada um é único no que faz, pois foi através da profissão de motorista de transporte público em Goiânia que descobriu que aquela não era a vida que gostaria de levar adiante. Já em Fortaleza, logo no início do ano de 2014, no mês de janeiro, ele decidiu que largaria as regras de ter um patrão, seguir um horário e bater metas, para viver única e exclusivamente da arte. Corajoso!  

“Foi dentro dessa profissão que eu descobri não ter nascido para ter um patrão e um horário. Não, não era isso que o meu ser necessitava. Então, foi daí a minha decisão de viver de arte.”

capa cd emersonO cantor faz uma provocação e ao mesmo tempo nos desafia à reflexão quando declara não necessitar viver dentro dos costumes, “padrões” da sociedade, para dedicar seu tempo à arte. Quantas pessoas têm medo de se arriscar pelos seus sonhos, muitas delas mudam o sentido da vida por ter encontrado pedras no meio do caminho e desistem facilmente. Mal sabem elas que ao tomar essa decisão estão matando a si mesmas. Há mais de 2.500 anos já dizia Sócrates, o pai da filosofia: “Conhece-te a ti mesmo!”. É de se concordar para chegar a esse nível é preciso se conhecer verdadeiramente.


Fortaleza é uma de suas grandes paixões, depois dos filhos e da família. Ele curte a cidade desde as praias ao clima quente, ótimo para viajar e ir a Guaramiranga. Na moda, ele admite não ser vaidoso e opta sempre pelo estilo casual por ser prático e combinar com os dias quentes. Falando de arte, na opinião dele, a sua vida é uma grande obra de arte em si.

“A minha vida é uma grande obra de arte. Estou fazendo dela algo diferente que não estava previsto – algo que desafia.”

Amante da música brasileira, ele é fã do cantor Humberto Gessinger da banda Engenheiros do Hawaii. Bom gosto. Ô! Pra completar o combo, ele sempre acompanha o Centro Cultural Dragão do Mar e viu recentemente a exposição A Palavra e o Traço, de Fausto Nilo. Atualmente, está lendo o livro Ana Karenina, do escritor Russo Leon Tolstoi. No cinema, o documentário Malala, que conta a história da paquistanesa na defesa pela educação das mulheres, foi o mais recente visto por ele. Uhum… Muita informação!

Que mergulho, hein! O artista não faz economia quando o assunto é o seu mundo pessoal e desperta a curiosidade quando esbanja seus valores. Mas, calma, ainda não acabou, veja o que ele aconselha para quem está pensando em começar a carreira na música: “Vivam da arte independente de qualquer coisa. A partir do momento que você decidir que vai viver daquilo e não vai ter outra coisa a fazer, você vai ter que viver disso, e isso gera experiências muito ricas”, afirma Emerson.  

11954680_545465305604516_7500753989064805302_n Por: Lima Sousa/ Revisão: Janaina Gonçalves/ Agradecimentos: Vinyle Café: Rua Waldery Uchôa, 42 – Benfica, Fortaleza – CE / Emerson Bastos/ Fotógrafo: Felipe Araujo e F & M fotografia.