Stéfani Cardoso- Made in Canadá

Foto: Horácio Hudson
Foto: Horácio Hudson

A fashion designer não perde tempo. Só nesse ano, ela teve a chance de fazer um intercâmbio de inglês no Canadá para não arranhar no idioma. Afinal, quem trabalha com moda deve se acostumar com algumas exigências. O inglês é uma delas. Fundamental!

O Canadá permitiu a ela novas experiências de renovar as ideias e apurar o olhar para fora, a cultura, os costumes e as pessoas. Para tanto, ela não perdeu tempo e aproveitou a oportunidade para fazer pesquisas de moda, tendências, produção de estilo, street-styles e expiar as grandes marcas. Tudo isso, é claro, para deixar a cara do escritório de criação cada vez mais fashion e parecido com quem abusa e usa da moda criativa – local.

“Nas avenidas, as pessoas caminhavam bem produzidas e alinhadas. Você encontrava lojas de grandes marcas como Dulce e Gabanna e Channel. Eu ficava enlouquecida querendo ver tudo”.

Pensando que moda é só glamour? Enganou-se redondamente, o universo tem de poucas e boas pra quem não sabe. É melhor baixar a bola pra evitar as frustrações na carreira antes que surjam os perrengues. Veja o que diz quem entende do assunto.

“Acreditem! É difícil, é cansativo, mas a gente tem que buscar, tem que correr atrás do que queremos”, completa Stéfany Cardoso.

Por: Lima Sousa/ Edição: Lima S./ Revisão: Fernanda Silvia Barroso/ Agradecimentos: Fotógrafo: Horácio Hudson/ Espaço: Bistrô Mandir – Ru: Padre Francisco Pinto, nº 257, Benfica.